domingo, 21 de julho de 2019
75 8846-8150
Saúde

28/06/2019 às 23h33

57

Rodrigo Mario

Valança / BA

Policlinica Regional de Saúde do Baixo Sul completa um ano com bons serviços prestados
Policlinica Regional de Saúde do Baixo Sul completa um ano com bons serviços prestados
Policlinica Regional de Saúde do Baixo Sul completa um ano com bons serviços prestados






















 Regional de Saúde do Baixo Sul completa um ano com bons serviços prestadosPolicl





 





June 28, 2019







|







Vanessa Andrade










 


 




A Policlínica Regional de Saúde do Baixo Sul estará completando neste sábado (29/06) um ano de funcionamento. Situada em Valença, registra por mês uma média de 6 mil atendimentos, totalizando em um ano mais de 56 mil atendimentos. Um projeto do Governo do Estado da Bahia que vem proporcionando qualidade e importantes avanços nos serviços de atendimento assistencial de média e alta complexidade da atenção secundária da saúde. O funcionamento é viabilizado pelos consórcios públicos interfederativos de saúde, no caso do Baixo Sul: o Consórcio Público Interfederativo de Saúde da Região do Baixo Sul. Dele fazem parte o Governo do Estado por meio da Secretaria de Saúde (Sesab), 12 municípios do Baixo Sul (Cairu, Camamu, Gandu, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Nova Ibiá, Piraí do Norte, Taperoá, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães) e mais o município de Itaparica.  





Diretor geral da Policlínica Regional do Baixo Sul, o oftalmologista Roberto Deway, fez um balanço do primeiro ano e afirma que ela tem mudado a realidade da saúde na região: “Uma importante estratégia do Governo do Estado, viabilizada através dos consórcios. Um equipamento que não chegou para concorrer com o que já existia, nem com a Atenção Básica, nem com a hospitalar. Chegou para complementar as necessidades e demandas da população, identificadas pela Atenção Básica dos 13 municípios participantes”. As marcações de procedimentos são feitas através das centrais de regulação municipais, ou seja, a autonomia de agendamentos está nos municípios. Todos os meses é realizado um levantamento do que poderá ser ofertado no mês seguinte e informado de forma proporcional ao número da população de cada município participante.


 


“Zeramos a fila de diversos procedimentos, tais como a tomografia computadorizada e temos ampliado a cada mês a oferta de serviços. Para o mês de julho, já temos a previsão concreta de mais ultrassonografias, o serviço de dermatologia, previsão da chegada de um segundo ortopedista, de uma nefrologista. Acho que um grande valor das policlínicas são os seus recursos humanos, selecionados e capacitados de forma adequada. Os profissionais que trabalham aqui não apenas atendem, eles encantam. Prova disso, são os resultados das nossas pesquisas periódicas que tem apontado um alto grau de satisfação dos pacientes. Lógico que existem sugestões que tentamos atender. A busca pelo aperfeiçoamento é diária. Me sinto honrado por participar deste projeto desde o início e quero parabenizar o Governo do Estado, os prefeitos que abraçaram a ideia, os secretários de saúde, os reguladores, a equipe de trabalho e a estrutura do Consórcio. Temos muito o que comemorar”, ressaltou Roberto Deway.








A unidade do Baixo Sul recebeu, ao longo do primeiro ano, mais de 3 milhões de reais em investimentos da gestão estadual, destinados ao custeio. R$22,6 milhões também foram bancados totalmente pelo Estado para a construção e aquisição dos equipamentos. Hoje, já são contabilizados mais de 35 mil exames (a exemplo de mamografia, colonoscopia, raio-X, endoscopia), mais de 21 mil consultas, em diversas especialidades (ortopedia, cardiologia, endocrinologia, entre outras). Janderson Nogueira, enfermeiro e especialista em dermatologia e tratamento de feridas, faz parte da equipe da unidade e chamou a atenção para dados importantes: “Os pés de pacientes diabéticos tem sido responsáveis por 80% das amputações não traumáticas no país. E, a Policlínica veio como estratégia do Governo do Estado para que haja uma redução nestes números e em muitos outros. Temos alcançado bons resultados, dispomos de um ambiente agradável, com excelentes equipamentos e materiais. Para mim é muito satisfatório fazer parte deste time e poder contribuir com a saúde dos pacientes atendidos aqui diariamente”.





Boaventura de Jesus, morador da zona rural de Valença, esteve pela primeira vez na Policlínica: “Muito grato! Fui atendido antes do horário marcado e vou voltar para casa satisfeito. Graças à Deus!”. Antônio Neves de Igrapiúna também foi atendido pela primeira vez e celebrou: “Não sabia que tinha isso aqui. Vim ver e gostei. Policlínica aprovada! Espero que siga muito a frente!”. “Somos bem atendidos do início ao fim. Os profissionais são maravilhosos. Trouxe um conhecido que tinha uma ferida crônica e foi curada com os procedimentos do enfermeiro Janderson e da médica infectologista. Eu mesma tenho conseguido realizar exames que antes não tinha condições por serem muito caros. Estou sendo acompanhada por um cardiologista. Estou muito feliz! Sou tão bem recebida aqui que me sinto em casa, e isso tem me ajudado no tratamento. Esta Policlínica para mim é tudo!”, relatou a paciente Antônia Maria de Valença. Marineuza do município de Gandu ressaltou: “O atendimento é ótimo! Se todos os setores do SUS fossem iguais ao que acontece na Policlínica, a população estaria bem. Minha segunda vez aqui e estou amando. Só tenho elogios”.  








 


Italuana Guimarães, secretária de Saúde de Cairu, pontuou a satisfação dos cidadãos: “O conforto é inegável, o que também humaniza o serviço. A equipe também merece muitos elogios, inclusive o diretor Roberto que sabe conduzir de forma muito correta. A região ganhou muito com a qualidade dos serviços prestados aqui, as especificidades médicas, exames e procedimentos de média e alta complexidade. Acho que o Governo do Estado acertou muito com esta proposta, pois existia uma lacuna. Antes, praticamente todas as demandas eram encaminhadas para Salvador. Sou defensora do SUS e fico feliz com o conforto e a qualidade oferecidos aqui. A população merece este acolhimento e humanização”. Vanessa Vieira, secretária de Saúde de Camamu, agradeceu ao governador Rui Costa e aos prefeitos do Consórcio, e complementou: “Não tem como chegar aqui e não se encantar com a estrutura física e o atendimento humanizado. Os técnicos são competentes, muito bem preparados. As pessoas chegam relatando que se sentiram em uma clínica particular. É muito bacana ver que o SUS pode dar certo. Uma Policlínica show!”.


 


Policlínicas pela Bahia


 


As Policlínicas Regionais de Saúde da Bahia estão instaladas até o presente momento, em 9 das 28 regiões de saúde da Bahia, contemplando a um total de 175 municípios, que corresponde à 41,97% dos municípios da Bahia, assistindo a um total 4.675.673 habitantes, ou seja, 31,57% da população baiana, conforme dados de projeção populacional do IBGE para 2018. Tais policlínicas realizaram, desde a inauguração da sua primeira unidade até a data de 11/06/2019, um total de 566.109 atendimentos entre consultas especializadas e exames. Desse total, 260.009 (45,9%) foram de consultas especializadas e 306.100 (54,1%) de exames. Da inauguração até o presente momento, o Estado já alocou um total de R$ 54.658.458,99 em despesas de custeio para as atividades das policlínicas, do transporte sanitário dos pacientes e despesas dos consórcios de saúde.


 


Seguem sendo construídas as policlínicas regionais de saúde em Jacobina, Salvador, Barreiras, Itabuna, Vitória da Conquista, Simões Filho, Senhor do Bonfim, Paulo Afonso e Juazeiro. 


 


(Fontes: Sistema Integrado de Gestão (SIGES) acesso em 11/06/2019 e FIPLAN / Sesab)























Fotos: V1 Comunicação - Vanessa Andrade. 


 


 


 


 


 


 


 









Tags:










valença









 



p







Share on Facebook





Share on Twitter





FONTE: BAIXO SUL EM ALTA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Big Brother Brasil

Big Brother Brasil

Blog/coluna Tudo sobre a casa mais vigiada do Brasil em um só lugar!
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Contador de visitas