domingo, 21 de julho de 2019
75 8846-8150
Geral

13/07/2019 às 23h01

50

Rodrigo Mario

Valança / BA

Voluntárias Sociais já receberam quase uma tonelada de alimentos para a população de Pedro Alexandre e Coronel João Sá
Voluntaria Socias já receberam
 Voluntárias Sociais já receberam quase uma tonelada de alimentos para a população de Pedro Alexandre e Coronel João Sá

 Voluntárias Sociais já receberam quase Voluntárias Sociais já receberam quase uma tonelada de alimentos para a população de Pedro Alexandre e Coronel João Sá





Foto: Fernando Vivas/GOVBA



A campanha está recebendo doações de alimentos não perecíveis e roupas, na sede das VSBA, no Campo Grande


A população dos municípios Pedro Alexandre e Coronel João Sá, atingidos pela cheia do Rio do Peixe, que provocou o rompimento da Barragem do Quati, localizada em Pedro Alexandre, vai receber donativos arrecadados pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). A campanha está recebendo doações de alimentos não perecíveis e roupas, na sede das VSBA, no Campo Grande, em Salvador. A arrecadação começou na sexta-feira (12) e já reuniu quase uma tonelada de alimentos. De acordo com o porta-voz das Voluntárias Sociais, Gustavo Urpia, o objetivo da primeira-dama do Estado e presidente das VSBA, Aline Peixoto, é amenizar o sofrimento e prover as necessidades imediatas das pessoas que estão privadas dos seus bens. ” Estamos funcionando das 8h às 21h. É uma corrente do bem para ajudar as pessoas desabrigadas nas duas cidades que foram atingidas. Se for um volume maior de doações, a gente pega no local. A previsão é que façamos a entrega da primeira remessa de donativos na segunda-feira pela manhã”, informou. As irmãs Eunice e Anita Almeida tiveram uma boa ideia. Organizaram as doações entre os moradores do condomínio onde residem e levaram à sede das Voluntárias. Anita viu o anúncio da campanha na TV. “As voluntárias estão recolhendo, já vi ações parecidas, no ano passado. Em outras situações, elas fizeram a mesma coisa. Como é que a gente não colabora? Eu colaboro porque as Voluntárias estão ligadas a esse trabalho de ajudar, a gente tem em casa muitas coisas que às vezes nem usa. O mais que pudesse fazer eu faria”, afirmou. A solidariedade não tem idade. Enzo Macedo tem 8 anos e participou da campanha doando brinquedos. “Eu vim aqui ajudar porque as pessoas perderam as suas coisas. Eu não preciso dessas coisas que eu trouxe, e quem vai receber está precisando muito”.









Foto: Fernando Vivas/GOVBA



A campanha está recebendo doações de alimentos não perecíveis e roupas, na sede das VSBA, no Campo Grande


A população dos municípios Pedro Alexandre e Coronel João Sá, atingidos pela cheia do Rio do Peixe, que provocou o rompimento da Barragem do Quati, localizada em Pedro Alexandre, vai receber donativos arrecadados pelas Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA). A campanha está recebendo doações de alimentos não perecíveis e roupas, na sede das VSBA, no Campo Grande, em Salvador. A arrecadação começou na sexta-feira (12) e já reuniu quase uma tonelada de alimentos. De acordo com o porta-voz das Voluntárias Sociais, Gustavo Urpia, o objetivo da primeira-dama do Estado e presidente das VSBA, Aline Peixoto, é amenizar o sofrimento e prover as necessidades imediatas das pessoas que estão privadas dos seus bens. ” Estamos funcionando das 8h às 21h. É uma corrente do bem para ajudar as pessoas desabrigadas nas duas cidades que foram atingidas. Se for um volume maior de doações, a gente pega no local. A previsão é que façamos a entrega da primeira remessa de donativos na segunda-feira pela manhã”, informou. As irmãs Eunice e Anita Almeida tiveram uma boa ideia. Organizaram as doações entre os moradores do condomínio onde residem e levaram à sede das Voluntárias. Anita viu o anúncio da campanha na TV. “As voluntárias estão recolhendo, já vi ações parecidas, no ano passado. Em outras situações, elas fizeram a mesma coisa. Como é que a gente não colabora? Eu colaboro porque as Voluntárias estão ligadas a esse trabalho de ajudar, a gente tem em casa muitas coisas que às vezes nem usa. O mais que pudesse fazer eu faria”, afirmou. A solidariedade não tem idade. Enzo Macedo tem 8 anos e participou da campanha doando brinquedos. “Eu vim aqui ajudar porque as pessoas perderam as suas coisas. Eu não preciso dessas coisas que eu trouxe, e quem vai receber está precisando muito”.






13 de julho de 2019, 13:00



BRASIL Brasil de


O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Big Brother Brasil

Big Brother Brasil

Blog/coluna Tudo sobre a casa mais vigiada do Brasil em um só lugar!
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Contador de visitas